Content feed Comments Feed

SIMPLES NACIONAL 2011- TABELA, CONSULTA

Postado por Rafael Zucco quarta-feira, 11 de maio de 2011
Gostou do Blog "Fotos de Famosos"?- Tecle Ctrl + D e Salve nos Favoritos.

O Ministério da Fazenda informa a todos os interessados que o agendamento da opção pelo Simples Nacional - 2011 já está disponível.

O Simples - Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - é o nome dado ao sistema de tributação simplificada criado no ano de 1996 através de uma medida provisória e posteriormente convertida em Lei nº 9.317, de 1996 pelo governo do Brasil cujo objetivo é o de facilitar o recolhimento de contribuições das microempresas e médias empresas.

 O SIMPLES foi implantado para facilitar para estes empresários que sempre reclamaram não só de impostos altos mas também de uma quantidade excessiva de contribuições a serem feitas por empresas até mesmo de pequeno porte. Isto dificultava muito para que, pequenos empreendores se mantivessem devidamente legalizados. Muitas pessoas que não tinham sua empresas registrada por não conseguirem arcar com a carga tributária que eram submetidas, com o SIMPLES, puderam fazer o registro e ter acesso a todos os benefícios que uma empresa devidamente registrada possui.

Informações adicionais poderão ser obtidas acessando o site do Ministério da Fazenda através do endereço eletrônico:

Nele o contribuinte tem à sua disposição todos os esclarecimentos necessários sobre o Simples Nacional 2011, além de uma seção com perguntas e respostas mais frequentes.
A Secretaria-Executiva do Comitê Gestor Do Simples Nacional informa ainda que alterou o prazo de entrega da Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI), de 31 de janeiro para 28 de fevereiro de cada ano.
O SIMPLES é para todos os estados brasileiros, não havendo nenhuma exceção.

O SIMPLES implica o recolhimento todo mês, por um só documento de arrecadação, para os seguintes tributos:
- Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica.
- O IPI que é o Imposto sobre Produtos Industrializados.
- A Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.
- O COFINS, que é a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social.
- PIS/Pasep;
- Contribuição Patronal Previdenciária.
- O ICMS que é o imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação.
- E o ISS, o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza.

Para saber se a sua empresa se encaixa no tributo Simples Nacional 2011, a receita bruta da empresa deve ter sido inferior a R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais).

Se por caso você tem dúvidas em relação ao simples nacional o importante é o empresário procurar o seu contador, que poderá esclarecê-lo e auxiliá-lo adequadamente, afinal, é de suma importância ter a empresa devidamente registrada e com tudo em dia.

No site do Ministério da Fazenda você poderá encontrar mais informações sobre o SIMPLES Nacional, acesse:


0 comentários

Postar um comentário

Clique em "Curtir":

Marcadores

Sobre o Autor:

Rafael Zucco
, 28 anos, Palmeirense, Guarulhense e Boa Gente, escreve em Blogs desde 2008 e gosta de jogar Poker nas horas vagas.